A Belgalux

A história da Câmara de Comércio Belgo-Luxemburguesa no Brasil se confunde com o desenvolvimento do comércio e dos investimentos bilaterais entre estes países, sendo a sua origem marcada pela visita oficial ao Brasil do Rei da Bélgica, Alberto I, em 1920.

Nessa época, o então Presidente brasileiro Arthur Bernardes tratava de atrair investimentos estrangeiros para a siderurgia no Brasil, o que coincidiu com um dos intuitos da visita do Rei Alberto, que era a expansão do grupo Luxemburguês, Arbed.

Desta visita resultou o investimento do Grupo Arbed na Companhia Siderúrgica Mineira, em 1921, criando-se assim a bem sucedida Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira.

Desde então a Câmara de Comércio sempre seguiu de perto todos os investimentos feitos entre a Bélgica, o Luxemburgo e o Brasil. Hoje, após quase 80 anos do início desse processo, a Câmara tem a grande satisfação de acompanhar também as empresas brasileiras na busca de posições de destaque no comércio mundial, ajudando-as no processo de identificar investimentos e negócios na Bélgica e no Luxemburgo.

Divulgar e preservar nossas atividades e nossa memória é um dever da Diretoria e dos associados da Câmara. Convidamos a todos a retornar periodicamente a esta página, onde estaremos divulgando sempre algo da história da cooperação industrial e econômica entre a Bélgica, o Luxemburgo e o Brasil.

"Coat of Arms of the King of the Belgians (1921)" Licenciado sob Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0, via Wikimedia Commons

"Coat of Arms of the King of the Belgians (1921)" Licenciado sob Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0, via Wikimedia Commons